Em geral, a imprensa é vista como vilã para o ativismo. Pautas ignoradas, fontes repetidas e narrativas que criminalizam os movimentos sociais. Tudo isso deixa a gente com receio em relação aos jornais, rádios, TVs e sites. Mas a imprensa pode ser estratégica para nossos objetivos. Essa cartilha traz algumas dicas de como movimentos sociais e sociedade civil podem traduzir suas pautas para a imprensa, com mais atratividade e legitimidade, para poder disputar a opinião e a discussão pública. São dicas que, se somadas, podem construir pouco a pouco a reputação de nossas pautas, organizações e coletivos organizados. O resultado é o nosso reconhecimento como importantes atores e atrizes sociais na discussão pública, a fim de promover mudanças importantes na sociedade.

 

“Uma imagem vale mais do que mil palavras”, já dizia o ditado. Mas as imagens e palavras organizadas visualmente de forma estratégica e esteticamente agradável valem ainda mais. Uma imagem bem construída é uma mensagem bem passada e recebida. Saber produzir uma boa peça gráfica potencializa a sua comunicação e amplifica a sua luta! Pense bem em cada uma dessas dicas, não importa a ferramenta ou técnica que você use para criar. Se atentar a esses detalhes vai fazer uma grande diferença.