SEMEANDO ATIVISMO

Comunicação para o Ativismo

A Jornada de Aprendizagem Semeando Ativismo foi um processo de estudo e prática da comunicação para o ativismo com grupos que trabalham causas relativas a segurança alimentar. O projeto foi executado durante o ano de 2013 baseado em três etapas centrais: mapeamento e pesquisa de grupos que atuam com o tema; jornada de estudo e prática da comunicação para o ativismo; produção de conteúdo sobre comunicação para o ativismo. A Jornada foi composta por uma etapa presencial de 5 dias, seguida por um mês de aprendizagem online e a finalização do processo novamente com uma etapa presencial de mais 2 dias.

Uma pesquisa com 18 organizações parceiras ou aliadas da Oxfam na campanha de segurança alimentar (Campanha Cresça) foi realizada para entender o perfil e as carências e os desafios de cada organização. Estas informações subsidiaram com maior precisão os métodos, o formato e os conteúdos  a serem trabalhados na jornada de aprendizagem. Foram identificadas também as instituições que mais se adequavam para participar da próxima etapa.

Além da pesquisa com as organizações parceiras da Oxfam, também foi feito um mapeamento de outras organizações que tinham potencial de participar do processo de aprendizagem. A ideia foi encontrar organizações e movimentos ativistas que trabalhassem com segurança alimentar e pudessem trocar conhecimento e se conectar aos grupos que já estavam envolvidos nos processos da Campanha Cresça.

OBJETIVO DA ETAPA

oferecer e construir um repertório variado em estratégias de comunicação para o ativismo com estímulos voltados às temáticas já trabalhadas pelos movimentos, redes e organizações envolvidas.

 

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

QUARTA | CHEGADA AO LOCAL

DIA 1 | QUINTA | CAMPANHA + PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO

  • A relação de uma campanha com a comunicação
  • Objetivos e estratégias
  • Objetivos de comunicação
  • Público, mensagem e conceito
  • Narrativa ativista e contação de histórias

DIA 2 | SEXTA | CANAIS + REDES DIGITAIS

  • A mídia, a comunicação e a efetividade do ativismo contemporâneo
  • Canais de comunicação e mídia
  • Métricas e monitoramento

DIA 3 | SÁBADO | COMPARTILHANDO HABILIDADES – OFICINAS TEMÁTICAS

Tendo como inspiração a aprendizagem colaborativa, foi criado um arquivo para que os participantes listassem habilidades que gostariam de compartilhar com o grupo neste 1º encontro, incluindo as expertises da equipe de trabalho. Chegando ao local da imersão, as escolhas foram validadas, eliminando temas com pouca demanda, e as oficinas realizadas.

OFICINAS QUE ENTRARAM NA PROGRAMAÇÃO

  • Oficina de transmissão online
  • Oficina de segurança da informação
  • Oficina de facilitação gráfica
  • Oficina de stencil, lambe e banner
  • Oficina “Primeiros passos no Audacity: software livre e rádios comunitárias”
  • Oficina sexify – sensualizando nossas pautas
  • Oficina de jornada do herói (storytelling)
  • Oficina de financiamento colaborativo
  • Oficina de ferramentas de trabalho online

DIA 4 | DOMINGO | AÇÃO DIRETA É COMUNICAÇÃO

  • Táticas para alavancar a comunicação de uma causa
  • Espaço de reflexão, com criação individual, sobre as aprendizagens do primeiro encontro
  • Fechamento com as apresentações individuais comentadas pela equipe de trabalho

Foram criados, na primeira etapa, quatro grupos temáticos de trabalho sugeridos pelos participantes. Cada grupo contou com a facilitação de dois membros da Escola de Ativismo durante toda a etapa. Os grupos tiveram conversas periódicas uma vez por semana, dividindo tarefas a serem realizadas para a composição geral do trabalho.

As ferramentas online utilizadas foram:

  • Hangout + skype para as conversas semanais
  • Google Drive para o registro e edição compartilhada do trabalho
  • Grupos específicos no Facebook para a comunicação
  • Um grupo geral no Facebook com todos os participantes do processo, para o compartilhando entre os grupos de trabalho.

OS GRUPOS DE TRABALHO

  1. Semeando com a galera da Agroecologia: grupo criado para exercitar uma campanha em torno do tema da Agroecologia. 10 participantes
  2. A comunicação na organização: grupo criado para criar estratégias de elevar a importância da comunicação dentro das organizações. 5 participantes
  3. Intercampos: grupo criado para o desenvolvimento da ideia de intercâmbio entre o campo e a cidade. 7 participantes
  4. Defesa dos direitos das mulheres: grupo criado para o planejamento de ações de comunicação para os dias 25/11 (Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher) e 10/12 (Dia Internacional dos Direitos Humanos). 6 participantes

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Dia 1 | SEXTA | COLHEITA E FINALIZAÇÃO DOS TRABALHOS DESENVOLVIDOS NA ETAPA ONLINE

  • Criação e apresentação em grupo de síntese sobre o processo de aprendizagem abarcando as 2 etapas anteriores com foco nos conceitos trabalhados
  • Encontro presencial com os grupos de trabalho da etapa anterior para finalização e possíveis encaminhamentos

Dia 2 | SÁBADO | A CONSOLIDAÇÃO DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM

Por meio de atividades lúdicas, consolidamos os principais pontos teóricos e práticos da comunicação para o ativismo:

  • O que é uma campanha;
  • Planejamento de campanha x planejamento de comunicação;
  • A importância estratégica da comunicação;
  • Comunicação para o ativismo / estratégia de comunicação;
  • A criatividade na comunicação;
  • Identificação dos atores políticos do “contexto” e o reconhecimento de seus papéis;
  • A importância da “contação de histórias”;
  • A importância de segmentar e conhecer o público;
  • Aprender com as erros, identificar e testar possibilidades, inovar nos formatos.