ATIVISMOS NAS REDES E NAS RUAS. RECEBA A NOSSA NEWSLETTER

Material de aprendizagem, reflexões, iniciativas, resistências. Um conteúdo exclusivo e analítico sobre o cenário, os desafios e as ferramentas para seguir na luta.

 

Confira nossas newsletters anteriores:

 Democracia, ansiedade, golpe, Lula, insônia e Bolsonaro

 Eleições 2022: Lutar pelo melhor e se preparar para o pior

Como tecer fios de aprendizagens entre reflexão e ação direta?

O que a luta LGBTQIA+ tem a ver com a resistência climática?

•  Por que o verbo desaparecer ecoa tanto entre nós ativistas? Reflexões à sombra das ausências

• As lutas que nos inspiram a seguir: As mulheres da Cracolândia, os quilombolas do Pantanal, os indígenas em Brasília e mais

• A militância antiguerra; a Tuíra chama você; e vídeos sobre a luta antifascista, a resistência ao PL 191 e contra a mineração no Pará na edição de março da Newsletter

• O maior crime no campo do século segue matando no Pará, por que devemos banir as tecnologias de reconhecimento facial e mais na nossa newsletter

• Celebramos e lembramos dos ativismos de 2021 que enfrentaram a morte e a destruição de frente

• Identidade e Ativismo Quilombola, Luta pelo SUS e um balanço da COP 26

• 100 anos de Paulo Freire e 10 anos de Escola de Ativismo; também trazemos um ensaio do coletivo Revelar.si e um texto de Cristiano Silva sobre ativismo e encarceramento em massa

• A revista tuíra #3 está no ar! Homenagem à Marina Harkot, Cicloativismo, Ailton Krenak e um texto de Alana Moraes sobre cozinha e resistência.

• Do luto à luta – Estratégias para lidar com a dor e a violência nas lutas sociais

• Vamos responder com desobediência e criação? – Um convite da Escola de Ativismo

Boletim da Escola de Ativismo